471.jpg

 

Palestras para estudantes do ensino médio sobre o papel e a importância da Justiça do Trabalho, oficinas sobre pesquisa acadêmica em processos trabalhistas, exposições artísticas, sessões de cinema, realização de eventos sobre a preservação da memória documental, campanha do Selo Histórico e série “Recortes do Passado”. Estas foram algumas das atividades realizadas pelo Centro de Memória da Justiça do Trabalho da 11ª Região durante o biênio 2018/2020, conforme Relatório de Gestão divulgado esta semana.

Neste período, estiveram à frente do Cemej11 a desembargadora Francisca Rita Alencar Albuquerque (diretora), os magistrados Sandra Di Maulo e Túlio Macedo Rosa e Silva (membros), liderando uma equipe de 11 servidores.

Apesar dos desafios enfrentados no ano de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e da necessidade de cumprimento das medidas de distanciamento social para prevenção ao contágio, o Cemej11 não parou suas atividades, adaptando-as ao ambiente virtual.

Confira aqui o Relatório de Gestão 2018-2020

693.jpg

 

Entre os dias 7 de 11 de junho de 2021, O centro de Memória participou da 5ª Semana Nacional de Arquivos, organizada pelo Museu Nacional com a temática desse ano voltada para "Empoderando Arquivos".

O Centro de Memória decidiu abordar temas voltados para a tipologia dos arquivos do TRT e as pesquisas produzidas por alguns alunos da Universidade Federal do Amazonas do curso de Direito - coordenados pela Prof.ª. Me. Dorinethe Bentes, e dos alunos do Programa de Pós-graduação História. Estas informações estão contidas nos três vídeos publicados no canal oficial do Tribunal Regional do Trabalho.

A Semana Nacional de Arquivos é uma temporada de eventos que acontecem em arquivos e outras instituições de memórias de todo o país. Seu objetivo é aproximar essas instituições da sociedade e divulgar os valiosos trabalhos nelas desenvolvidos. Acontece em instituições de todo o país – tais como arquivos, entidades detentoras de acervos, centros de memórias e outras instituições culturais.

Confira os vídeos aqui:

- Tipologia dos documentos como fontes históricas, apresentado pelo professor Me. Avelino Pedro Bento da Silva.

- Varas do Trabalho e seus documentos, apresentado pela professora Me Isabel Cristina Saboia Varão.

- Produções e pesquisas, apresentado pela professora Dra. Dorinethe dos Santos Bentes.

 

Confira a matéria feita pelo TRT aqui.

 

WhatsApp_Image_2021-05-25_at_12.25.15.jpeg

 

Na última sexta feira (dia 21 de maio) foi realizado nosso evento em parceria com a Escola Judicial e o apoio do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, a Live intitulada "Memória Amazônicas: uma reflexão", que trouxe várias falas à respeito da nossa cidade (Manaus) e a sua importancia para a nossa região, arquitetura, comercio, patrimônio, e como o Tribunal está inserido nesse cotidiano de uma das maiores cidades do Brasil. O evento trouxe a participação da Desembargadora Ormy da Conceição Dias Bentes, do diretor do centro de memória, Desembargador Jorge Alvaro Marques Guedes, e o diretor da Ejud11, Desembargador Audaliphal Hildebrando da Silva, alemde professores renomados como Prof. Dr. Otoni Mesquista, Prof.ª Dr.ª Francisca Deusa Sena e a Prof.ª Gisella Vieira (criadora da página e Blog Manaus de Antigamente).

Confira a live completa aqui.

Confira a Confira a matéria completa aqui feita pelo Portal do TRT11.

 

Neste domingo, dia 10 de maio, será comemorado pela primeira vez o Dia da Memória do Poder Judiciário brasileiro. A data foi estabelecida pela Resolução nº 316/2020 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Além da preservação da memória institucional da Justiça, a medida enfatiza a importância da memória como parte do patrimônio cultural brasileiro, aproxima o Judiciário da sociedade e ressalta a missão dos Tribunais em garantir os direitos e assegurar proteção e igualdade para todos.

Para comemorar a data, o Centro de Memória da Justiça do Trabalho da 11ª Região, em parceria com a Assessoria de Comunicação Social, divulga acervo de fotos para relembrar os momentos históricos mais marcantes do TRT da 11ª Região. As fotos fazem parte do Projeto Máquina do Tempo e podem ser visualizadas no site de compartilhamento de imagens Flickr. Para acessar agora, CLIQUE AQUI. As fotos também serão compartilhadas nas Redes Sociais do Tribunal (Instagram e Facebook).

 

Confira a matéria completa no site do TRT11 aqui.

02.png

Assista ao vídeo “Arquivo Permanente do TRT11: possibilidades de pesquisa” aqui.

No dia 10 de maio, é comemorado o Dia da Memória do Poder Judiciário. Instituída pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2020, a data passou a integrar o calendário da Justiça brasileira e faz referência à criação, por Dom João VI, da Casa de Suplicação do Brasil, em 10 de maio de 1808.

A instituição da data comemorativa tem por objetivo promover o resgate da história dos vários tribunais do país e incentivar a realização de ações de preservação e difusão da memória das instituições judiciárias brasileiras.

 

Preservação da memória

O arquivo permanente do Centro de Memória do Tribuna Regional do Trabalho da 11ª Região - Amazonas e Roraima (Cemej11) possui um acervo documental de inquestionável valor histórico e informativo para acadêmicos, pesquisadores e comunidade em geral.

O acervo é destinado à consulta pública e propicia ao pesquisador o contato com informações do passado do Tribunal e dos diversos atores sociais envolvidos no processo trabalhista. Por meio desses documentos, é possível explorar uma ampla gama de temas e problemáticas de pesquisa, sendo um material valioso para estudos em várias áreas do conhecimento, em especial as questões relativas ao mundo do trabalho.

Importantes pesquisas acadêmicas já foram desenvolvidas utilizando o acervo documental permanente do TRT11. Confira, a seguir, o artigo do professor Avelino Pedro Bento da Silva e o vídeo da professora. Isabel Cristina Saboia Varão.

 

Dissertação de Mestrado

Mestre em História pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Avelino Pedro Bento da Silva utilizou o acervo do Cemej11 para realizar a sua dissertação de mestrado intitulada “Histórias, poderes, disputas e resistências: trabalhadores em uma Junta de Conciliação e Julgamento (Itacoatiara, AM, 1979-1984)”.

O cotidiano e os modos de vida e de trabalho de homens, mulheres e crianças em Itacoatiara, as perspectivas de lutas e resistências e as práticas de organização de trabalhadores e trabalhadoras em disputas por direitos na cidade de Itacoatiara foram objetos de investigação do pesquisador.

O estudo utilizou como fonte os processos trabalhistas da Junta de Conciliação e Julgamento de Itacoatiara (JCJ-ITA), no período de 1979 a 1984. A consulta aos processos permitiu compreender os trabalhadores como sujeitos sociais, em sua luta por direitos na Justiça do Trabalho.

Confira o artigo Cultura, trabalho e política: experiências e disputas na Junta de Conciliação e Julgamento (Itacoatiara, AM, 1977-1989), de autoria do professor Avelino Pedro Bento da Silva, com relato da pesquisa elaborada no arquivo permanente do Cemej11.

 

Pesquisa acadêmica

Outra pesquisadora que utiliza os acervos do Cemej11 para o desenvolvimento de estudos acadêmicos é a historiadora Isabel Cristina Saboia Varão. No vídeo “Arquivo Permanente do TRT11: possiblidades de pesquisa”, disponibilizado a seguir, a professora relata sua experiência de pesquisa nos arquivos do Cemej11, desde 2017, onde trabalhou com a catalogação dos processos individuais trabalhistas demandados por mulheres, nas décadas de 80 e 90.

Isabel Saboia destaca o potencial informacional das fontes documentais da Justiça do Trabalho, e em especial do TRT11, para a investigação científica, discorrendo, também, sobre a importância do Centro de Memória na preservação da memória institucional e no fomento à pesquisa.

Assista ao vídeo “Arquivo Permanente do TRT11: possibilidades de pesquisa” aqui.

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Powered by Amazing-Templates.com 2014 - All Rights Reserved.