No 03/07/2014, a Profª Célia Santiago esteve em visita ao Centro de Memória com o objetivo de realizar pesquisa no acervo de processos judiciais.

Célia Santiago, Mestre em História pelo Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal do Amazonas, foi a primeira pesquisadora a utilizar o acervo do CEMEJ11 para a pesquisa acadêmica.

Sua dissertação, intitulada Clandestinidade e mobilização nas linhas de montagem : a construção da greve dos metalúrgicos de 1985 em Manaus, defendida e aprovada em 2010, discute “a forma de mobilização e organização dos operários amazonenses, protagonistas da mais importante greve registrada na cidade”. Link para baixar a dissertação: Dissertação Profª Célia Santiago.

Os processos de Dissídios Coletivos da década de 1980 constituíram parte das fontes utilizadas por Célia Santiago, que agora retorna para retomar a pesquisa que dará suporte à produção da tese de Doutorado que está sendo cursado na Universidade Federal do Pará.

 

Profª Célia Santiago e Abílio Nery, Chefe da Seção de Arquivo Permanente