3ª Exposição Histórica – O Processo Judicial como Fonte Histórica

O PROCESSO JUDICIAL COMO FONTE:

Monografias

 

Monografia Dagmar

A exposição O Processo Judicial Como Fonte: Monografias, ficou aberta à visitação do período de 13/05 a 12/06/2013 conjugada a exposição sobre os 70  anos da CLT. As monografias em exposição resultaram de Oficina ministrada na UFAM.

Nos dias 15, 22 e 29/01 e 05/02/2013, a historiadora Deusa Costa, chefe do núcleo do Centro de Memória, ministrou a oficina do processo judicial como fonte aos alunos do 7º período do Curso de História da Universidade Federal do Amazonas, na disciplina PRÁTICA VII. Referida disciplina foi ministrada pelo Prof. Dr. Hideraldo Lima da Costa, que é coordenador do curso de História e Presidente da Associação Nacional de História – ANPUH – Seção Amazonas.

A atividade, que também foi oferecida aos alunos do Curso de História do UNINORTE, nos dias 01 e 02 de Abril de 2013, faz parte da Campanha de Divulgação do Arquivo Permanente do CEMEJ11ª, cujo chefe é o servidor Abílio Nery. A campanha tem o objetivo de divulgar o potencial temático do processo judicial trabalhista como fonte histórica demonstrando a necessidade de sua preservação como patrimônio público documental.

 

Confira abaixo os trabalhos resultantes dessa oficina, realizados pelos alunos do Curso de História da Universidade Federal do Amazonas – UFAM.

 

ADONILDO LOPES PEREIRA – Trabalho e reivindicação de direitos trabalhistas na Itacoatiara da década de 1970

BRUNA RAFAELLY ANDES ZIGARTI – Breve histórico do Direito Trabalhista no Brasil

DAGMAR BAPTISTA DOS SANTOS – A atividade de extração de Juta em Itacoatiara na década de 1970

JOSÉ ESIVAL ROCHA DE SENA – Resgate da Memória; Trabalhadores Braçais de Itacoatiara na década de 1970

KEYLA MORAIS DA SILVA – Braços e Vozes; A reivindicação dos direitos trabalhistas em Itacoatiara na década de 1970

MARIA APARECIDA LAGARES DOMINGUES – O trabalhador braçal em Itacoatiara na década de 1970; O valor da sua força